domingo, 28 de novembro de 2010

CIRCUITO SESC DE CORRIDAS.

EQUIPE: Gerson Narezzi, Bruno Narezzi, e Amigos da equipe sem Juizo: Wagner, Seneval e Tânia


FOTO:



LOCAL: Sesc Interlagos/SP
DATA:28/11/2010 LARGADA: 8:30
PERCURSO: 7 km
AMBIENTE: 26 graus
TENIS: saucony azul e branco
PESO: 72 kg
N. DE PEITO: 187
RESULTADO/tempo: 35:20 PACE: 5:02
VELOCIDADE KM/H: 12,05
CLASSIFICAÇÃO Geral masc: de
FAIXA ETÁRIA: de 50 a 54 anos
RELATO:
Alguem disse: quando começa errado, termina errado. Prova indicada pelo nosso amigo Michel que nos disse ser legal, prova rústica, mas na hora "H " pulou fora parece até que ele estava advinhando, em fim, apesar de ter prometido a mim mesmo, não correr mais em SP, devido o desgaste levantar muito cedo, custo e sem muita pretenção até mesmo de uma premiação por categoria, mesmo assim fomos, sem nosso amigo Michel que preferiu ir para o Rio de Janeiro. Levantei as 4:30 para chegarmos no local as 7:40 o tempo sufuciente para trocar e fazer um aquecimento, um lugar lindo, bastante verde bonito para passear e não correr... lembra bem o Pque da nossa cidade. A expectativa era das melhores mas mal sabia o que vinha pela frente, Seneval e eu, fizemos planos de tempo, quando chegou a hora da largada a famosa buzina falhou mas a galera largou assim mesmo, no primeiro km adentramos em uma mata com piso todo de cascalhos pisei em uma pedra solta acabei sentindo a sola do pé no momento diminui um pouco e ja fui ultrapassado por varios atletas inclusive pelo Seneval, quando cruzei a primeira placa chequei o relogio 4:40, o que não esperava era o percurso fortíssimo no segundo km um morro, o tempo foi pra 4:57 no terceiro é logico, subiu tem que descer tempo de 3:55 embora acho que essas placas estavam fora de local, de repente! outra subida e que subida! tive que andar pela primeira vez desde que comecei a correr, tempo de 4:44 uma descidinha e outra subida, dessa vez na grama a vontade era de parar mas fui caminhando novamente e o tempo 5:37 e continua subindo com piso de pedras e cascalhos e mais um km à 6;01 e então veio o último km o suspiro acompanhado de uma descida adentrando a pista e só assim pude tentar uma corridinha um pouco mais forte, não via a hora de acabar logo e vir embora, corrida rústica nunca mais quem gosta morro é cabrito rs... prefiro provas na cidade. Pelo menos o kit estava recheado, havia bastante agua no percurso não tenho o que reclamar da organização e nem da prova, minha escolha que nào foi adequada.





2 comentários:

Fábio Namiuti disse...

Parabéns pela participação e pelo resultado nessa prova bastante difícil, corredor urbano Narezzi! Se meu joelho estivesse mais inteiro, eu teria ido nessa com vocês. Ontem, era Tremembé e olhe lá!

Abraço e até as próximas.

Fábio

BMW disse...

Meu amigo, eu não consigo parar de rir... muahauhuahauha, pare de chorar, pelo menos você conheceu um lugar lindo, como você mesmo disse rs. E outra a idéia inicial desta corrida era do Namiuti, eu apenas repassei o convite rs... mas estaremos juntos em outras subidas na Volks e você estará com a panturrilha fortalecida, deixo você ganhar, ok. rs
Um abrx, t+
Michel
http://bmw-runner.blogspot.com