quarta-feira, 11 de agosto de 2010

MEIA MARATON DO BICENTENARIO PARAGUAY

Local: La Plaza de Armas em Assunción

Data: 08/08/2010 - Largada: 7:00hs local
Percurso: 21,00 Km - Altimétria: media
Ambiente: 14 C°
Peso: 71-kg:
Tênis: saucony azul e branco de alta perfomace
N° de peito: 1035

Resultados = Tempo: 1:4751 - Pace: 5:04 min/km
VELOCIDADE KM/h : 11.84 KM/H

Classificação: Geral masc. 108 ° de 311
Faixa etária: 50 a 54 anos-masc. 8° de 23

Foto







Equipe Narezzi: Gerson Narezzi, Margarida Narezzi e amigos.



Relato: Chegou o grande dia !!! Minha estréia na meia maratona, e de cara em uma prova internacional, não poderia ser melhor!. Depois de exaustivos treinos e muita preparação, com a ajuda do treinador Jota Junior e a nutricionista Lívia, que oportunamente aproveito para expressar e dedicar á eles minha satisfação e agradecimento. Ainda em SJC fizemos as malas e arriba!. Saímos na sexta-feira com tempo de folga, o vôo foi ótimo, e em 1h e 30 já estávamos aterrizando em Assucion! Logo em seguida já pudemos conhecer o percurso pois o motorista muito simpático foi nos informando, então foi dando um friozinho na barriga, principalmente de ver as fortes subidas. Quando chegamos ao hotel confesso que fiquei um pouco decepcionado ao presenciar uma cidade-capital completamente deserta, uns prédios antigos, frota de ônibus também antiga, mas pensei que na luz do dia pudesse ter outras opções.
No sábado de manhã fomos retirar o kit e nos deparamos com uma grande organização com tendas de varias marcas esportivas, e também muitos brasileiros nas ruas, de noite no mesmo local da retirada dos kit fomos participar de um jantar de massas oferecido pela organização da maratona e um show com uma cantora paraguaia e danças típicas.
No domingo, dia da prova, tivemos que cair da cama, levantamos bem cedo apesar da diferença de uma hora a menos saboreamos um belo café da manhã no hotel e fomos em comboio a pé para a largada. Ao chegarmos na praça das Armas e ver aquela galera já se aquecendo e se preparando, me chamou a atenção, pois todos os atletas estavam com a camiseta da corrida, fiquei sabendo que a organização não deixou usar nosso uniforme a principio não gostei, mas depois a idéia foi bem aceita, pois cada modalidade vestia uma cor diferente, 42km vermelho 10km branco e 21 km azul formando as cores da bandeira, o visual em massa ficou interessante. Outro fato relevante foi a presença do presidente do país, mesmo com um serio problema de saúde lá estava na largada e na chegada até hoje nunca vi a presença de algum presidente em um evento que não fosse o futebol.
Chegou a hora !!! foi dada a largada e a preocupação era completar a prova e não quebrar, no inicio muita gente nas ruas pois estávamos bem no centro de Assuncion, onde fizemos um vai e vem nos primeiros 5km, e em seguida adentramos em uma reta foi quando começou o famoso tobogã, eu estava preocupado em não conseguir dosar a velocidade e correr forte demais, então fui administrando e me lembrei bem das palavras do meu amigo Mineiro: “ - Se correr os primeiros 10km inteiro o restante vai tranquilo...” e assim fui, passando km a km em rítimo progressivo, muita hidratação a cada 3km entre água e isotônico, muito staff e até um pequeno grupo com alguns instrumentos alegrando quem ali passava, ao chegar na placa de 10k consultei o relógio, e marcava parcial de 53:00 perfeito! a vontade já era apertar mais o passo mas o medo ainda era grande pois faltavam 11km, e assim segui em frente. O retorno da prova era no km 13 como não consegui marcar km a km a parcial era de 1:08 não dava para ficar fazendo contas de pace mas imaginando que faltavam 8 km cheguei a conclusão que eu estava dentro da previsão, então era hora de acelerar, quando me aproximei do km 17 onde se tratava de uma pequena descida, eu estava me sentindo bem e aumentei a velocidade, quando percebi que o fim estava próximo a sensação de dever cumprido, a emoção aumentava o quanto mais me aproximava da chegada, haviam mais pessoas em volta e com muito carinho com os brasileiros os paraguaios gritavam: “- Fuersas, fuersas...”, aí foi só alegria no km final, preparei um sprint e pude ultrapassar, aproximadamente uns dez atletas, abri os braços a galera aplaudindo cruzei a linha de chegada, quando olhei no cronômetro tive a feliz surpresa, marcava 1:47:51 tempo liquido, o mais legal é que cheguei inteiro sem dores, sem fadiga e fui ao encontro da minha esposa, eu ria sozinho com meu resultado a felicidade foi imensa. Posso dizer que gostei muito de correr a meia maratona, assim vamos nos preparar para o ano que vem fazer mais uma ou duas, valeu !!! a todos os amigos que lá tiveram e os que torceram por mim o meu muito obrigado pela companhia: Michel, Leili, Vanderleia, Solange e filhos e minha amada esposa.
Avaliação: Prova com excelente organização, percurso desafiador, hidratação perfeita a cada 3km água isotônico, até barra de cereais, camiseta adidas, transito fechado em todo percurso A premiação para faixa etária com troféu e dinheiro, em fim nota 10 é uma prova que já faz parte do meu calendário.

3 comentários:

Fábio Namiuti disse...

Parabéns, Narezzi! Belo resultado, ainda mais em uma estreia. Já que você tomou gosto pela coisa, vamos lá com a gente fazer a Frei Galvão em outubro!

Abraço,

Fábio

Fabio Matheus disse...

Muito bom Gerson.

Longo na estreia fazer um sub1:50 é pra poucos, Parabéns!

Pelo que tenho visto está mandando bem em qqquer distancia, me deixou pra tras... :o)

2011, maratona hein!

Nos vemos domingo,

abraço,
Fabio

BMW disse...

Fala meu amigo. Parabéns, você arrasou !
Sabia do seu potencial por isto insisti para ir pra meia-maratona.
Excelente viagem, muitas risadas, compras baratas e uma organizada prova.
Abrx e um tapa cuadril !!! rs