quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

85° São Silvestre

Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

85º SÃO SILVESTRE
Local: AV. PAULISTA/SP
Data: 31/12/09 - Largada: 16:45hs
Percurso: 15 Km - Altimétria: media

Ambiente: 32 C° sol
Peso: 72-kg:
Tênis: asics nimbus gel
N° de peito: 15791

Resultados = Tempo: 1:27:10 - Pace: 5:48 min/km
VELOCIDADE KM/h : 10.48 KM/H
Classificação: Geral Masc. 5.561° de 22.000
Faixa etária: 50 a 54 anos-masc. 561° de 1.567
Foto








Equipe Narezzi: Gerson Narezzi, Débora Narezzi, e Marcos Antonio.

Relato: Na avenida mas famosa de São Paulo – Avenida Paulista, aguardando a largada da tão esperada “corrida de São Silvestre”, o frio na barriga também participava, como sempre!, afinal, depois de um ano e meio participando de provas de corrida pedestre, ainda me sinto como um iniciante, aquele medo de não conseguir terminar, de precisar caminhar ao final da prova, e também a sensação acredito ser como um jogador chegando á seleção brasileira, enfim, com o apoio da minha filha Débora e do amigo Marcão, bastante experiente participando da sua 10° São Silvestre, consegui me distrair mais.
Participar de uma prova desse porte e nas condições em que estou é uma realização esportiva, o mais importante é terminar bem, estava sem pretensões de tempo, mas sempre você sugere algo, como terminar entre os primeiros 5mil participantes.
A hora se aproximou a multidão se espremendo, cada qual com sua fantasia, faixas, cartazes, tudo para aparecer na tv, observando a diversidade do evento, de repente ouço soar a famosa buzina, foi dada a largada! e lá vamos nós !
01-05km: Multidão de atletas, chega parecer estarmos muito próximos á largada, os participantes preenchem a Av. Paulista, clima de festa e um sol de 32° na cabeça, todos se cumprimentam, tiram fotos, filmam, a numerosa platéia aplaudindo, somente após sair da Paulista e descer a Consolação consegui desenvolver um pequeno rítimo, nesse momento a única dificuldade era expelir a hidratação feita antes da largada.
Logo encontrei a Vanderleia e seguimos juntos, até o 3Km quando começamos subir o Elevado Costa e Silva, me esforcei e senti uma fisgada na panturrilha a Vanderleia se distanciou, mas logo encosta o Michel e resolvi acompanhá-lo e tentar administrar, fiz um pit stop para expelir a hidratação, e voltei até alcançar o Michel novamente.
06-10km: Com o corpo quente, o sol castigava, cheguei a presenciar em algum momento a galera na avenida com um esguicho nos participantes, aproveitei para dar uma refrescada, á essa altura da corrida já tinha me perdido quanto a marcação, e percebi que estava sozinho em meio á galera, o Michel ficou continuo na batidinha, então avisto a placa dos 10km, dentro do centro velho de SP, consultei o cronômetro e marcava 56:10, o tempo estava consideravelmente bom, tentei manter o ritimo, impulsionado pelo publico que assistia, todo reunido envolta do percurso, incentivando, as crianças estendendo as mãos para serem tocadas, e desejando - “feliz Ano Novo”, emocionante!!, mas também ouço alguém dizer que os Kenianos já haviam concluído a prova, e eu ainda tinha que subir a Avenida Brigadeiro, que já se aproximava.
11-15km: Com muito calor e dor na panturrilha, fiz a ultima reposição de carbo gel, para poder suportar a famosa e temerosa subida da Av. Brigadeiro, após fazer um zig zag pelo centro, me defronto com ela, olho para frente e me deparo com o mar de atleta, uns quebrando outros andando, mas eu tinha um propósito, não andar !. Começo a subir, o momento é difícil mas a emoção de saber que faltavam apenas 2km superava, o pensamento positivo e boas lembranças me ajudaram a terminar e quando percebi já estava no topo, bem próximo á entrada da Av. Paulista, encontrei os amigos Fábio Matheus e Fábio Vilhena, me animei e fui junto, consultei o cronômetro e o tempo total de prova estava um pouco acima. Por fim, termino a subida, entro na Paulista e sinto a emoção de participar de um grande evento como esse, olho para os lados e vejo muita gente cada qual esperando seu atleta, então, faço como muitos : braços erguidos, sorriso no rosto, pose para as fotos e agradecendo a Deus. Após cruzar o pórtico, vou caminhando e encontro minha filha Débora, que se propôs a me acompanhar desde o inicio dessa minha caminhada agora encerrando o ano com essa gloriosa sensação de dever cumprido, o Marcos também me esperava.
Avaliação: Para a última corrida do ano chego á conclusão que ela me trouxe muitos amigos, e melhor qualidade de vida, acredito que a minha trajetória está sendo surpreendente e o aprendizado cada vez melhor e maior. Em relação á São Silvestre fica a experiência de um grande evento, o parabéns para a organização por não presenciar brigas, confusões entre tantos participantes e presentes, cumprir horários e bom percurso, mas a lamentação de não poder aquecer bem, ficar muito tempo esperando, enfim, mas o resultado é positivo.

Nota final: 5,0
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

4 comentários:

Fábio Namiuti disse...

Parabéns, Narezzi! Fechou muito bem o ano, concluindo essa bela e festiva prova que é a São Silvestre. Que 2010 seja mais um grande ano, no esporte e fora dele, a você, à toda a família e aos amigos corredores que você apóia. Nos veremos, se Deus quiser, em muitas corridas e treinos por aí.

Abraço!

Fábio

Anônimo disse...

Parabéns Pai! Essa SSilvestre foi só a primeira de muitas que virão, vc merece, 2010 esta ai com novas historias, marcas, amizades e podios...rs

Parabéns!

Bruno Narezzi

BMW disse...

Parabéns Gerson, realmente sua trajetória é supreendente e isto posto, sua dedicação e firmeza com o esporte. Voltaremos em breve à SS, com certeza, muito mais preparados, sem dores e vamos detonar.

Grande abrx, t+
Michel

Jorge disse...

Gerson parabéns conclusão da S.Silvestre, realmente vcs são uns heróis por concluir esta prova, deixa eu te falar eu vi vcs correndo, opa vi nada eu vi a droga da globo transmitindo 99% da elite correndo e tão logo o 5º masculino e feminino chegaram eles interromperam a transmissão para passar a porcaria da novela malhação, eu não corri a S.S. mais fiquei sabendo dos outros corredores que a largada foi antecipada em alguns minutos e foi um tal de corredor largar atrasado, a água nos postos de hidratação quente demais, também vi noticias que a organização pretende mudar o percurso da S.Silvestre realmente é uma falta de consideração para com o corredor, mais valeu amigo Parabéns pela S.S. e por ter conhecidos novos amigos e espero que a panturrilha esteja boa, desejo a vc um ano de 2010 cheio de realizações.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com